Índia, ainda ela

Foi quando me encontrava na metade de Em busca de um final feliz que lembrei de outros títulos, lidos há tempos, que retratam a Índia e foram escritos por autores indianos.

Não sei se foi Salmon Rushdie, com seus Versos Satânicos, o responsável por abrir as portas das livrarias ocidentais aos seus conterrâneos, mas desde então não pararam de chegar boas histórias às nossas estantes.

Nos últimos anos li três excelentes livros:

Um-delicado-equilíbrio

Um delicado equilíbrio de Rohinton Mistry que infelizmente está esgotado. Recordo que as mais de setecentas páginas não me assustaram e tão embrenhada estava na vida dos personagens que chorei quando terminei de o ler. Segundo o jornalista Zeca Camargo* foi um dos livros mais tristes que leu até então, mas cuja leitura recomendava vivamente assim como eu também.

Sua resposta vale um bilhão de Vikas Swarup foi editado em 2006 pela Companhia das Letras. O livro teve uma adaptação para o cinema em 2009 e ganhou 8 estatuetas do Oscar – inclusive a de melhor filme. Se por acaso não leu ou não viu o filme, não deixe de o  fazer. Sugiro, no entanto, que comece pelo livro. A história é empolgante, mas, como sempre, existem alterações na narrativa quando esta  é adaptada para o cinema.

Sua-resposta-vale-um-milhão

O Tigre Branco de Aravind Adiga, editado pela Nova Fronteira, recebeu em 2008 o Man Booker Prize na categoria romance. Através de uma carta endereçada a um ministro chinês, que em breve visitará seu país, o personagem conta como – para ascender na vida – precisou matar o próprio patrão. Cruel, inteligente, sarcástico e, acredite se quiser, divertido, trata-se de outra leitura imperdível.

O-tigre-branco

Mas a lista não termina por aqui. Seguindo a linha jornalística de Em busca de um final feliz, pacientemente, aguarda na estante por minha atenção,  Bombaim, cidade máxima de Suketu Mehta.

Bombaim-cidade-maxima

Foi por indicação de Cora Ronái que dei, há uns dois anos atrás, esse livro de presente para meu marido. Pois bem, agradei em cheio! Segundo a opinião dele foi um dos melhores livros que leu em muito tempo.

 

 

 

 

 

 

* jornalista brasileiro e apresentador do programa Fantástico da rede Globo de televisão.

5 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Rosana
    abr 30, 2013 @ 08:25:04

    Adorei as dicas principalmente porque
    elas nunca falham…
    Vou encarar a Índia,com certeza!

    Responder

  2. Renato
    abr 30, 2013 @ 18:35:37

    Que barato. Deu vontade de ler todos.

    Responder

  3. Suzana Maria Freeire Bastos
    maio 05, 2013 @ 15:02:03

    Vou visitar a `Índia , sim ,Paula . Mas, agora vou começar a ler: ” Um cotraponto baiano”de B. J.Barickan. É um pesquisa com amor ,capricho e imaginação.Depois na lista está “Sublimar” de Leonard Mlodinow Autor de” O Andar do Bêbado”.Enfim haja tempo.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: