Um passo após o outro

Livre-Cheryl-StrayedForam quase 1.800 quilômetros andados a pé. Não, você não leu errado não, foi essa a distância percorrida, durante três meses, por Cherryl Strayed autora de “Livre – a jornada de uma mulher em busca de reconhecimento”.

Para ter uma noção do que isso significa, imagine uma caminhada feita em linha reta de Salvador a Curitiba (1.787,66 Km) ou então de Lisboa à Antuérpia (1.747,23 Km), longe não? E se disser que durante metade do trajeto foram usadas botas um número menor do que o correto? Dói só de imaginar!

Mas foi isso o que a autora fez há quase 16 anos atrás. Na época sua vida estava uma bagunça. Apesar de já terem transcorrido quatro anos desde a morte prematura da mãe, provocada por um câncer extremamente agressivo, Cherryl ainda não havia conseguido superar e aceitar a perda. O casamento, com o homem que amava, destruía-se rapidamente por causa das  traições que ela mesmo provocava, e como desgraça pouca é bobagem, “brincava” perigosamente ao se injetar com heroína.

O que a levou a trilhar a Pacific Crest Trail (PCT), sózinha e sem preparo físico, indo do deserto de Mojave, no sul da Califórnia, até à fronteira do estado de Oregon com Washington? Provavelmente, encontrar a pessoa que era antes de sofrer tantas perdas e curar, segundo suas palavras, o buraco que levava no coração.

Acompanhei com interesse as jornadas de Cherryl. Tanto a física – penosa na maior parte do tempo, mas repleta de paisagens deslumbrantes que se sobrepunham às dificuldades naturais da trilha; assim como a jornada interior e emocional– difícil de ser encarada, mas que no meio do silêncio e tranquilidade contagiante da natureza a forçaram a enfrentar os próprios fantasmas e medos.

Confesso que várias corri para a internet para pesquisar os lugares por onde ela passou e me deliciei sonhando em fazer as viagens oferecidas pela mega loja REI onde a autora comprou as roupas, mochila (apelidada de “a monstra”, de tão grande e pesada que era), e toda a parafernália necessária para efetuar sua aventura.

O livro chegou às livrarias dos EUA em março do ano passado e rapidamente obteve grande sucesso de vendas. Os direitos autorais foram comprados pela atriz Reese Whitherspoon e em breve deveremos vê-la interpretar o papel de Cheryl Strayed no cinema. Um filme para ser visto, boa história e visual de tirar o folego de qualquer um!

lake crater

Livre – a jornada de uma mulher em busca de recomeço

Cheryl Strayed

Editora Objetiva

R$ 39,90

4 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Juliana Lisboa
    maio 12, 2013 @ 12:19:46

    Ai meu Deus, mais um livro para a minha “listinha”…. =)

    Responder

  2. Jusciney Carvalho
    maio 13, 2013 @ 16:26:53

    Que coisa boa de se ler… essa é “a” viajante! Vou recomendar sua postagem na página do bloguito!! Beijo, Paula!

    Responder

    • fagulhadeideias
      maio 13, 2013 @ 17:19:03

      Definitivamente essa é “a” viajante. Fico só imaginando quanto cobrou a pedicure quando ela foi arrumar os pés no final da caminhada, uma fortuna! Beijo amiga, obrigada pela força!

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: