O arroz de Palma

Arroz de PalmaLogo após iniciar a leitura de Arroz de Palma, mentalmente, comecei a criar uma lista com os nomes das pessoas a quem gostaria de presentear este livro.

História de amor, história de família transplantada de Portugal para o Brasil, história de valores perenes enraizados com carinho e cuidado.

Fugindo da fome os recém-casados, José Custódio e Maria Romana, juntamente com Palma, irmã do noivo, deixam seu torrão natal e partem para o Brasil em busca de um começo digno para suas vidas.

A bagagem é pequena, alguns móveis, panelas, poucos livros e o presente de casamento mais precioso, mas também o mais incompreendido e escorraçado: Os doze quilos de arroz, recolhidos do chão entre pedras e oferecidos pela irmã e cunhada.

”O arroz que desabou sobre os noivos à saída de igreja foi torrencial. Eram punhados e mais punhados. Chuva branca que não parava. Nunca se viu tanta fartura em votos de felicidade.”

Enquanto prepara o almoço que reunirá depois de muitos anos, os irmãos, filhos, netos, sobrinhos e todos mais que puderem vir, Antonio, filho mais velho do casal de imigrantes, relembra as histórias da família que lhe foram contadas pela tia, assim como as que viveu.

Vidas que foram e continuarão a ser abençoadas pelo presente, símbolo de fertilidade e eterno amor. O arroz de Palma que haverá de passar de geração em geração sem jamais se deteriorar.

Lançado em 2008, Arroz de Palma é um livro luminoso e repleto de afetos que chegou às minhas mãos, graças à melhor forma de descobrir bons livros, o famoso boca-a-boca.

O Arroz de Palma

Francisco Azevedo

Editora Record

R$ 42,90

De que são feitas as asas?

AsasLevante a mão quem um dia sonhou em ter asas! Pois é, não só você e eu, mas também a pequena Lia.

Em uma tarde fria, enquanto tomava um chocolate quente enrolada numa manta bem gostosa e quentinha, a menina pede à mãe que a desenhe com elas.

A mãe, ilustradora de livros de histórias, bem que tenta. Desenha Lia com asas de penas, asas feitas de doces, asas de aço, asas de nuvens e até mesmo asas feitas de letras e palavras, mas nada agrada a menina.

Mami (…) preciso de asas de verdade. Preciso das minhas asas…”

As asas de Lia são como desejos, não podem ser escolhidas por outra pessoa, mesmo por alguém que a ame muito, verdade que ela descobrirá nessa mesma noite.

Este livro de capa dura, Asas,* escrito por Maya Hanoch autora israelense já consagrada em seu país, pode ser resumido apenas numa palavra: Maravilhoso!  E o que dizer das ilustrações? Simplesmente belas e delicadas.

Um presente lindo e garantia de uma leitura extremamente prazerosa!

* leitura indicada para crianças maiores de 8 anos

Asas

Maya Hanoch

Ofra Amit (ilustrações)

Editora Peirópolis

R$ 42,00

A possibilidade de tudo

Minha filha. Ela seria alegre, riria com facilidade e com frequência, perdoaria rapidamente e sempre se lembraria do final das piadas. (…) Ela seria aquela para quem tudo daria certo.

possibilidade de tudo

Moro num país multi religioso, no qual as religiões coexistem sem muitos embates e eventualmente se entrelaçam. Onde não é de todo incomum encontrar alguém que estabelece uma ligação com o sagrado, pinçando algo daqui e acrescentando algo dali.

Isso já não é tão comum nos EUA, e apesar da autora de A possibilidade de tudo morar no progressista e liberado estado da Califórnia fiquei impressionada com sua coragem em jogar para o alto todas as seguranças e procurar a ajuda de um curandeiro, num pais estrangeiro – bem no meio da floresta do Belize, para curar sua única filhinha de três anos.

E é exatamente isso que Hope Edelman faz, depois de esgotar todos os métodos tradicionais de tratamento que poderiam salvar a filha da influência nefasta de um amigo imaginário.

Corajosamente a autora revela vulnerabilidades, descrenças e temores e compartilha sua jornada, tanto física quanto interior, que a levará a descobrir o que é realmente importante e no que vale a pena acreditar, mesmo que para isso tenha de admitir a existência de forças maiores e inexplicáveis.

A possibilidade de tudo

Hope Edelman

Editora Record

R$ 49,90

Entre Nuvens e Curupiras

entre nuvens

autor André Neves; editora Brinque Book

Não recordo quando criança ter sentido falta de livros para ler, mas às vezes fico imaginando como seria se naquela época tivesse sido teletransportada para os dias atuais e deparasse com a fartura e a variedade de leitura infanto-juvenil que hoje é oferecida.

Perco a noção do tempo toda vez que bisbilhoto as estantes de literatura infantil. Na última vez que as visitei encontrei dois livros que gostei muito, escritos por autores nacionais, mas com estilos bem diferentes.

O primeiro, “Entre nuvens” * conta a delicada história de uma menina que não abre mão de correr atrás de seu sonho, mesmo que seja apenas ter uma nuvem só para si. Escrito pelo premiado autor pernambucano André Neves, o livro é puro encantamento em forma de prosa.

CurupiraO outro livro foi “Curupira Pirapora” *, que li do início ao fim ainda na livraria, enquanto bebia um cafezinho ao lado de minha irmã que escrevia alguns cartões postais para enviar a seus amigos. Volta e meia ela erguia a cabeça e me perguntava do que estava rindo.

Este é o primeiro livro de Tatiana Salem Levy para crianças e é muito divertido.

Imagine o encontro de uma menina cheia de pulseiras, brincos e colares, que entra distraída na floresta escutando musica no mp3, com um curupira de cabelos vermelhos, corpo coberto de pelos verdes e os pés para trás. São muitas as maluquices que eles inventam para assustar o caçador que matou a onça e seu filhote e também muito engraçadas.

Garanto que a garotada vai gostar das duas histórias!

*A editora recomenda a leitura compartilhada deste livro a partir dos 3 anos e a independente a partir dos 7 anos

* Como este livro tem um texto maior eu recomendo que a leitura compartilhada seja feita a partir dos seis anos e a independente a partir dos 10 anos

  • Entre nuvens

André Neves

Editora Brinque-Book

R$ 27,80

 

  • Curupira Pirapora

Tatiana Salem Levy

Editora Tinta da China

R$ 34,90

Entradas Mais Antigas Anteriores

%d blogueiros gostam disto: