Viaggiando com Camila

 

viajando-pelo-mundo

Na maioria das vezes fica difícil, ou até mesmo impossível, determinar quem é o autor das informações pesquisadas na internet que irão dar corpo a um futuro post. No entanto também pode acontecer da busca levar até um novo site ou blog, que informa sobre o que se procura e muito mais!

Pesquisando sobre escritores palestinos encontrei o blog http://www.viaggiando.com.br escrito pela mineira Camila Navarro, que me apresentou The Lady from Tel Aviv. Ela leu o livro porque tem um projeto pessoal muito interessante.

Camila pretende ler 198 romances, cada um representando um dos 193 países membros da ONU, mais os dois estados-observadores (Palestina e Vaticano) e autores de Kosovo, Taiwan e Saara Ocidental, países que ainda não foram reconhecidos como nações independentes.

Seu projeto está bem adiantado, até agora já leu 81 livros. Escritores nada óbvios como Gilbert Gatore de Ruanda ela encontra no site Book Depository. Outros como o português Miguel Sousa Tavares e o norueguês Jo Nesbo já foram publicados no Brasil.

Além de falar sobre literatura o blog aborda um outro tema que me encanta: viagens!

Este tópico fala das atrações, passeios e hospedagens que cada país ou cidade oferece. Também comenta sobre gastronomia com enfoque na culinária vegetariana. O parceiro das andanças de Camila pelo vasto mundo é o marido Eduardo. Os dois já percorreram países não tão óbvios como Albânia, Kosovo e Vietnã, e esnobaram solenemente os mais manjados como França, Itália e EUA.

Camila escreve de maneira fluente e agradável, mas me conquistou definitivamente ao se declarar apaixonada por Portugal. Como diz o ditado popular Quem meus filhos beija, minha boca adoça.

Um passo após o outro

Livre-Cheryl-StrayedForam quase 1.800 quilômetros andados a pé. Não, você não leu errado não, foi essa a distância percorrida, durante três meses, por Cherryl Strayed autora de “Livre – a jornada de uma mulher em busca de reconhecimento”.

Para ter uma noção do que isso significa, imagine uma caminhada feita em linha reta de Salvador a Curitiba (1.787,66 Km) ou então de Lisboa à Antuérpia (1.747,23 Km), longe não? E se disser que durante metade do trajeto foram usadas botas um número menor do que o correto? Dói só de imaginar!

Mas foi isso o que a autora fez há quase 16 anos atrás. Na época sua vida estava uma bagunça. Apesar de já terem transcorrido quatro anos desde a morte prematura da mãe, provocada por um câncer extremamente agressivo, Cherryl ainda não havia conseguido superar e aceitar a perda. O casamento, com o homem que amava, destruía-se rapidamente por causa das  traições que ela mesmo provocava, e como desgraça pouca é bobagem, “brincava” perigosamente ao se injetar com heroína.

O que a levou a trilhar a Pacific Crest Trail (PCT), sózinha e sem preparo físico, indo do deserto de Mojave, no sul da Califórnia, até à fronteira do estado de Oregon com Washington? Provavelmente, encontrar a pessoa que era antes de sofrer tantas perdas e curar, segundo suas palavras, o buraco que levava no coração.

Acompanhei com interesse as jornadas de Cherryl. Tanto a física – penosa na maior parte do tempo, mas repleta de paisagens deslumbrantes que se sobrepunham às dificuldades naturais da trilha; assim como a jornada interior e emocional– difícil de ser encarada, mas que no meio do silêncio e tranquilidade contagiante da natureza a forçaram a enfrentar os próprios fantasmas e medos.

Confesso que várias corri para a internet para pesquisar os lugares por onde ela passou e me deliciei sonhando em fazer as viagens oferecidas pela mega loja REI onde a autora comprou as roupas, mochila (apelidada de “a monstra”, de tão grande e pesada que era), e toda a parafernália necessária para efetuar sua aventura.

O livro chegou às livrarias dos EUA em março do ano passado e rapidamente obteve grande sucesso de vendas. Os direitos autorais foram comprados pela atriz Reese Whitherspoon e em breve deveremos vê-la interpretar o papel de Cheryl Strayed no cinema. Um filme para ser visto, boa história e visual de tirar o folego de qualquer um!

lake crater

Livre – a jornada de uma mulher em busca de recomeço

Cheryl Strayed

Editora Objetiva

R$ 39,90

%d blogueiros gostam disto: