Uma visita à Casa dos Budas Ditosos

Casa-dos-budas-ditosos

A vida é assim mesmo. Basta um escritor morrer para se ficar com vontade de conhecer ou reler seus livros.

Não que João Ubaldo Ribeiro estivesse esquecido, muito pelo contrário. Todo o domingo O Globo e A Tarde – jornais do Rio de Janeiro e de Salvador, publicavam sua crônica semanal. Na última, ele ironizava a forma infantilizada, como nos dias de hoje, os cidadãos são tratados pelos governantes, tamanha a quantidade de leis policialescas criadas com a única finalidade de tolher a individualidade e o discernimento das pessoas.

Mas o fato é que, desde 2009, João Ubaldo não publicou nada direcionado ao público em geral, sendo que o ultimo livro a chegar às livrarias foi o infanto-juvenil “Dez bons conselhos de meu pai.

Saudosa de suas crônicas dominicais, procurei na estante o que poderia ter sobrevivido à Grande Mudança*, quando, com o coração partido, me desfiz de doze (eu disse doze!) caixas de livros.

Espremido entre Viva o povo brasileiro e O Sorriso do Lagarto encontrei A Casa dos Budas Ditosos. Não sei como, mas esse escapara à minha leitura. Tinha uma noção do tema abordado. Recordo que na época do lançamento o livro criara o maior estardalhaço, e vários estabelecimentos recusaram-se a vendê-lo.

Não importa se a história, contada pelo autor, é fruto da sua imaginação ou, se como ele mesmo diz, trata-se da transcrição fiel e secreta das confissões de uma senhora de 68 anos. O certo é que a narrativa é pra lá de caliente! Comparado com ele a popular trilogia Cinquenta Tons de Cinza é apenas uma versão pálida e envergonhada da literatura erótica.

Pensamentos, opiniões e as descrições das mais variadas peripécias sexuais, jorram de forma ininterrupta. Eventualmente o leitor tem até vontade de descansar, de respirar um pouquinho, mas quem disse que a senhorinha quer parar? Ela é insaciável, “um grande homem fêmea” como ela mesmo se autointitula.

Escandaloso, pornográfico? Com certeza, mas muito divertido e, por que não dizer, instrutivo. A Casa dos Budas Ditosos é provocador até o ultimo parágrafo.

Gostando, ou não, o livro é um reflexo do pensamento contestador e anárquico de João Ubaldo, que, até ao ultimo escrito, esbravejou contra a mesmice do politicamente correto e se rebelou contra tudo e todos que sufocassem a liberdade de pensamento – por mais estapafúrdio que ele pudesse ser.

 

  • A Casa dos Budas Ditosos

João Ubaldo Ribeiro

Editora Objetiva

R$ 36,90

E-book R$ 24,90

Este ano Agosto chegou em Julho

Dez-bons-conselhos-de-meu-paiFinalmente o mês de julho está terminando! Normalmente é ao mês seguinte, Agosto, que associamos as mais diversas crendices e acontecimentos nefastos. No entanto, este ano, Julho foi imbatível na quantidade de tragédias e más notícias.

Começou com a derrota vergonhosa do Brasil para a Alemanha na Copa do Mundo, continuou com a derrubada criminosa de um avião na Ucrânia e com a escalada da violência entre Israel e Palestinos, depois mais dois aviões caíram, um na África e outro na China e por fim em menos de 30 dias o Brasil perdeu 4  grandes escritores: Ivan Junqueira, João Ubaldo Ribeiro, Rubem Alves e Ariano Suassuna, sendo que os últimos três em menos de uma semana!

As notícias se atropelaram de tal jeito que fica difícil homenagear cada um desses escritores individualmente.

Como moro em Salvador aproveito o ultimo post do mês para homenagear o mais baiano de todos, assim como os pais brasileiros que comemorarão o seu dia em Agosto, com um delicioso livro infantil escrito por João Ubaldo Ribeiro “Dez Bons Conselhos de meu Pai”.

São eles:

  1. Não seja tutelado
  2. Não seja colonizado
  3. Não seja calado
  4. Não seja ignorante
  5. Não seja submisso
  6. Não seja indiferente
  7. Não seja amargo
  8. Não seja intolerante
  9. Não seja medroso
  10. Não seja burro (o meu favorito)

Enfrentar com determinação os problemas, ter orgulho das origens sejam elas familiares ou locais, estudar sempre e não se acomodar, preocupar-se com o semelhante mesmo que desconhecido, correr atrás da própria felicidade, enfim VIVER!!!

Conselhos a serem dados a uma criança e lembrados por todos nós.

 

  • Dez bons conselhos de meu pai

João Ubaldo Ribeiro

Editora Objetiva

R$ 36,90

%d blogueiros gostam disto: