Corredor – um estilo de vida

CorredorLiteratura brasileira, como é difícil vender! Não por falta de qualidade, mas por comodismo dos leitores que não gostam de arriscar e preferem continuar lendo os mesmos autores de sempre.

Impressionante como uma pessoa não se incomoda de ir a um restaurante novo, de provar um alimento que não conhece e de gastar mais numa refeição – que normalmente dura menos que duas horas -, do que num livro de um novo escritor. Sendo que o desfrute da leitura costuma ser bem mais demorado, podendo inclusive durar dias e às vezes semanas.

Feito este meu desabafo, quero comentar sobre o livro Corredor – Um Estilo de Vida do escritor baiano Augusto Cruz.

Conheci o autor num evento sobre literatura que aconteceu ano passado em Salvador. Quando o público pode fazer perguntas, Augusto se apresentou e, mesmo sem nunca o ter visto, identifiquei-o como um dos colegas mais entusiastas da primeira turma do curso Carreira Literária, que por coincidência ambos fazíamos on-line.

Augusto acabara de publicar o seu primeiro livro e iniciava o complicado processo de divulgação: Como ganhar espaço na mídia, como colocá-lo nas livrarias, como distribuí-lo por todo o país, enfim… O que fazer para o livro chegar às mãos do maior número possível de leitores.

Muito em breve, as suas preocupações também seriam as minhas. Por essa razão, combinamos de nos encontrar para conversar sobre o que poderíamos fazer para driblar as dificuldades comuns que assombram os escritores marinheiros de primeira viagem. Nesse encontro, adquiri um exemplar e ganhei uma bonita dedicatória.

Por não ser exatamente o protótipo da esportista, demorei um pouco para iniciar a leitura supondo que seria um guia para quem deseja começar a correr. Surpreendi-me com o que encontrei.

Sabe quando se está exercitando no calçadão e ao nosso lado passa um sujeito correndo em passadas longas e ritmadas, como se fosse a coisa mais fácil do mundo? Pois foi essa sensação que tive ao ler o livro de Augusto: Uma leitura ágil, prazerosa e informativa.

Claro que o livro traz dicas de como começar a correr; do que deve ser feito e o que deve ser evitado; dos erros cometidos pelo autor; dos muitos benefícios obtidos, e das muitas competições realizadas no Brasil e mundo a fora. Mas o tema principal é temperado com citações literárias e sugestões de filmes, porque entre um treino e outro Augusto aprecia ler e escrever.

Por muito pouco não calcei um tênis e saí correndo. Graças ao autor compreendi por que tanta gente está aderindo a esse exercício físico. Se bem praticada, a corrida se torna um vício e depois uma paixão difícil de largar.

 

  • Corredor – um estilo de vida

Augusto Cruz

R$ 35,00

Editora Oito e Meio  (selo Autoria)

O livro está sendo vendido ou pode ser encomendado nas seguintes livrarias:

  • LDM (Paseo Itaigara)  – Salvador
  • Aeroporto – Salvador
  • Cultura
  • Saraiva
  • Martins Fontes

Contato do autor: gugacruz@uol.com.br

%d blogueiros gostam disto: