Donana e Titonho

Durou pouco mais de duas horas a tempestade que desabou sobre o Rio de Janeiro, na última noite de quarta-feira (06/02/19). Ventos a 100 km por hora e chuvas torrenciais derrubaram postes de eletricidade deixando diversos pontos da cidade às escuras. Como se tivessem sido arrancadas pela mão de um gigante enfurecido, árvores que aparentavam robustez expunham na manhã seguinte raízes desnudadas. A chuva arrastou carros largando-os submersos a metros de distância. Toneladas de lixo foram jogadas nas ruas e nas praias. A lama deslizou pelas encostas, soterrando casas e um ônibus. Sete pessoas morreram.

Ao acompanhar as notícias da tragédia foi impossível não lembrar de Donana e Titonho, personagens do livro de Ninfa Parreiras, ilustrado por André Neves.

De forma poética, a autora narra a história de um casal de catadores de lixo que construiu uma vida sem alicerces e sonhos pequeninos.

 

Tonho conheceu Nana

Entre escombros

Duma casa caída

O moço cavava a terra

A moça desenrolava fios

Juntos montaram um canto.

Com peças que descobriam.

Casaram e se mudaram

Cataram e juntaram os dias.

 

Era noite escura quando a chuva traiçoeira os pegou de surpresa.

 

Com a enxurrada que escorria

Descia lama

Água barrenta

Tramas

Trincas

Trancos

Pedra

Tronco

Parafuso

 

Donana e Titonho perderam o pouco que tinham, assim como famílias de carne e osso que moravam no alto da Rocinha.

Fechei o livro com o coração aflito. Como era possível ter gostado tanto de uma história tão triste? Seria tão bom se ela não precisasse ser  contada!

Felizmente Ninfa Parreiras não está anestesiada para o sofrimento alheio. Seu Donana e Titonho é um brado contra a indiferença, que transforma vidas humanas em números. Estatísticas fatais que poderiam ser evitadas. Basta de tanta omissão e descaso!

 

  • Donana e Titonho

Ninfa Parreiras e André Neves

Editora Paulinas

R$ 32,50

Entre Nuvens e Curupiras

entre nuvens

autor André Neves; editora Brinque Book

Não recordo quando criança ter sentido falta de livros para ler, mas às vezes fico imaginando como seria se naquela época tivesse sido teletransportada para os dias atuais e deparasse com a fartura e a variedade de leitura infanto-juvenil que hoje é oferecida.

Perco a noção do tempo toda vez que bisbilhoto as estantes de literatura infantil. Na última vez que as visitei encontrei dois livros que gostei muito, escritos por autores nacionais, mas com estilos bem diferentes.

O primeiro, “Entre nuvens” * conta a delicada história de uma menina que não abre mão de correr atrás de seu sonho, mesmo que seja apenas ter uma nuvem só para si. Escrito pelo premiado autor pernambucano André Neves, o livro é puro encantamento em forma de prosa.

CurupiraO outro livro foi “Curupira Pirapora” *, que li do início ao fim ainda na livraria, enquanto bebia um cafezinho ao lado de minha irmã que escrevia alguns cartões postais para enviar a seus amigos. Volta e meia ela erguia a cabeça e me perguntava do que estava rindo.

Este é o primeiro livro de Tatiana Salem Levy para crianças e é muito divertido.

Imagine o encontro de uma menina cheia de pulseiras, brincos e colares, que entra distraída na floresta escutando musica no mp3, com um curupira de cabelos vermelhos, corpo coberto de pelos verdes e os pés para trás. São muitas as maluquices que eles inventam para assustar o caçador que matou a onça e seu filhote e também muito engraçadas.

Garanto que a garotada vai gostar das duas histórias!

*A editora recomenda a leitura compartilhada deste livro a partir dos 3 anos e a independente a partir dos 7 anos

* Como este livro tem um texto maior eu recomendo que a leitura compartilhada seja feita a partir dos seis anos e a independente a partir dos 10 anos

  • Entre nuvens

André Neves

Editora Brinque-Book

R$ 27,80

 

  • Curupira Pirapora

Tatiana Salem Levy

Editora Tinta da China

R$ 34,90

%d blogueiros gostam disto: