O Urso e o Gato-Montês

Quando peguei neste livro de capa dura e bonitas ilustrações que se encontrava exposto na seção infantil, imaginei que fosse indicado para crianças. No entanto ao terminar sua leitura percebi que ele se encontrava na estante errada.

O Urso e o Gato-Montês é um conto japonês que, com muita delicadeza, narra a amizade de um urso e um passarinho que morreu. O urso leva sempre consigo uma caixinha, que confeccionou com o maior carinho e onde colocou o seu amigo. Quando ele tenta falar sobre a sua perda com os outros animais da floresta, estes apenas dizem que ele deve esquecer e seguir adiante com sua vida.O urso triste e com saudades fecha-se em seu quarto escuro. O tempo vai passando devagarinho, mas um dia o sol brilhante e o vento perfumado o empurram para fora de casa e o levam a dar um passeio.  É então que ele conhece um gato que também carrega uma caixa.

Este conto tem lindas ilustrações na cor cinza, que remetem a um sentimento de luto, mas que aos poucos são acrescidas de leves pinceladas de rosa, à medida que boas lembranças são compartilhadas entre o urso e o gato-montês.

Um livro que fala de amizades improváveis, da valorização do hoje, de perdas, do tempo de chorar, de enxugar as lágrimas e voltar a sorrir. Uma pequena joia para ler e guardar com carinho, ou dar de presente para alguém especial e que já “carrega uma caixa”.

O Urso e o Gato-Montês

Kazumi Yumoto / Komako Sakai

Brinque-Book

O Grande Gatsby – leia O livro, veja OS filmes

 

No final deste ano chega às salas de cinema dos EUA, e com estreia prevista no Brasil para janeiro do ano que vem, a terceira adaptação de “O Grande Gatsby”, que promete ser um grande sucesso.

Dirigido por Baz Luzhrmann, diretor australiano de “Moulin Rouge”, traz como atores principais Leonardo DiCaprio, Carrey Mulligan e Tobey Maguire.

Assim teremos tempo para rever a segunda adaptação de “O Grande Gatsby”.

Filmado em 1974, o filme foi dirigido por Jack Clayton, e teve Robert Redford e Mia Farrow nos papéis principais. Francis Ford Coppola adaptou o roteiro, e no ano seguinte o filme ganhou os Oscars de melhor figurino e trilha sonora adaptada.

Para que as adaptações cinematográficas possam ser bem apreciadas, nada melhor do que ler o livro e escolher qual dos dois filmes é mais fiel à obra original.

Parece até que as editoras Penguin Companhia e L&PM adivinharam, e em 2011 reeditaram o livro “O Grande Gatsby” de F. Scott Fitzgerald, que se encontrava esgotado.

A história transcorre entre Nova York e Long Island, durante o verão de 1922. A sociedade americana vive um nível sem precedentes de prosperidade, e é nesse meio glamouroso que Jay Gatsby, é o anfitrião de festas luxuosas e extravagantes. O narrador é seu vizinho Nick Carraway, primo distante de Daisy, por quem Gatsby é apaixonado. Ao longo da narrativa, o romantismo obsessivo de Gatsby se contrapõe à futilidade de seus personagens e ao materialismo do sonho americano.

Confira o trailler do filme:

Próxima Entradas mais recentes

%d blogueiros gostam disto: