A Rainha Santa

Aproveitei a vinda de um amigo de Portugal e encomendei-lhe A Rainha Santa, da escritora Isabel Machado. Interessei-me por esse livro quando li a resenha no blog O Tempo Entre Meus Livros.

Vivendo há tanto tempo no Brasil, esqueci quase tudo o que aprendi sobre os reis portugueses. Uma exceção foi D. Dinis, o sexto rei de Portugal, sobre quem guardei algumas lembranças.

Recordo que simpatizava com ele por ser apreciador da música e da poesia, e ter inclusive composto diversas cantigas de trovador. Um rei que mandou plantar um pinhal para barrar a força dos ventos salgados que sopravam do oceano e destruíam as lavouras. Por ser o responsável pela fundação da primeira universidade em Portugal. E por ter se casado com Isabel de Aragão, a Rainha Santa, personagem central de uma das minhas lendas favoritas: O Milagre das Rosas.

Quanto às conquistas políticas de D. Dinis e suas brigas, primeiro com o irmão e depois com o filho herdeiro do trono, não me lembrava de nada. Batalha disto, batalha daquilo, era apenas uma sequência de eventos que não significavam nada para mim.

Talvez, se a professora de História tivesse contado os motivos que as provocaram… Mas como falar de filhos ilegítimos, se ela dava aulas em uma escola só de meninas, dirigida por uma congregação de freiras onde se aprendia sobre a indissolubilidade e a fidelidade matrimonial?

D.Dinis e o irmão eram filhos do mesmo pai e da mesma mãe. Entretanto D. Dinis nasceu dois anos antes de o casamento dos pais ser validado pelo Papa. Por essa razão, o irmão que nasceu depois se considerava o verdadeiro herdeiro do trono.

Naquela época os casamentos eram tratados como negócios de Estado. As princesas eram prometidas, e entregues ainda crianças para serem criadas em outros reinos, como garantia de acordos de cooperação ou de paz. Não foi diferente com Dª Isabel que chegou à corte de Portugal com apenas 12 anos.

É bem possível que D. Dinis tenha amado a mulher, mas também a fez sofrer com o seu comportamento infiel.  Se foi por temperamento ou por não puder recusar uma ordem real, a rainha educou os outros filhos do marido junto com os seus: Constança e Afonso.

Afonso, o futuro rei de Portugal, entretanto, nunca viu essa convivência forçada com bons olhos. Desde o início, incomodava-lhe o favoritismo que o pai tinha por um de seus irmãos ilegítimos. Temeroso que este no futuro tentasse lhe usurpar o trono entrou em guerra contra o pai.

O romance histórico de Isabel Machado preencheu várias lacunas e me instigou a estudar mais sobre aquele período.

Infelizmente fiquei decepcionada ao descobrir que a lenda que tanto me encantara na infância, e que sempre associara exclusivamente a Santa Isabel rainha de Portugal, acontecera primeiro com a sua tia, Isabel princesa da Hungria, e com mais outras duas santas, Zita e Cacilda, sobre as quais nunca tinha ouvido falar.

Nada, no entanto, que empanasse o prazer que tive com a leitura de A Rainha Santa. Na verdade, fiquei curiosa em ler o romance anterior da escritora: Constança – a princesa traída por Pedro e Inês de Castro.  Já tenho uma nova encomenda para fazer ao meu amigo.

 

  • A Rainha Santa – romance histórico

Isabel Machado

A Esfera dos Livros

21,60 Euros

4 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Hélide
    set 13, 2017 @ 14:31:54

    Oi Paula, acabei de chegar de mais uma visita a Portugal, que adorei, e me deparei com seu post. Coincidência ou sincronicidade, tirei uma foto de uma enorme árvore genealógica dos reis de Portugal e duas rainhas. Fiquei curiosa com a sua indicação. Bj

    Responder

  2. fagulhadeideias
    set 13, 2017 @ 18:11:20

    Oi Hélide, que saudades! Gostaria muito de lhe emprestar o livro. Como faço para entregá-lo? Beijo

    Responder

  3. luisapiano
    set 18, 2017 @ 17:28:46

    Dá vontade de ler e aprender mais. Obrigada pelas indicações, que são sempre instigantes.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: