Azul sedução

Azul-é-a-cor-mais quente

Sempre foi assim. Primeiro leio o livro e só depois vejo o filme, mas desta vez foi diferente.

Após assistir Azul é a cor mais quente do cineasta tunisiano Abdellatif Kechiche e ganhador da Palma de Ouro do Festival de Cannes de 2013, procurei saber de onde viera a inspiração para esta provocante obra cinematográfica.

O diretor baseara-se na novela gráfica escrita por uma garota francesa Julie Maroh, que começou a fazê-la quando tinha 19 anos e a terminou cinco anos depois.

Este seu trabalho foi reconhecido e premiado no Festival International de la Bande Dessinée d’Angoulême, considerado o festival de histórias em quadrinhos mais importante de toda a Europa.

A história narra a paixão de uma adolescente por uma mulher alguns anos mais velha. Como todas as histórias de amor ela fala de descobertas e conflitos – o se conhecer, aceitar os próprios desejos e finalmente o se entregar. A versão literária é mais sombria e menos apelativa, em termos eróticos, que a do filme.  Inclusive a própria autora declarou que considerava as cenas de sexo ridículas e pornográficas e reclamou pelo fato das principais protagonistas serem heterossexuais na vida real.

Acredito que essa discussão é infrutífera. Se o filme oferece com maior entusiasmo a visão de duas mulheres se namorando, por sua vez, o livro mergulha com mais intensidade no emaranhado de angústias e delícias que envolve  assumir «o amor que não ousa dizer o nome». Tanto uma versão quanto a outra retratam uma história de amor de forma justa e sedutora e merecem ser conhecidas e admiradas.

“O amor se inflama, morre, se quebra, nos destroça, se reanima. O amor talvez não seja eterno, mas a nós ele torna eternos… Para além da nossa morte, o amor que nós despertamos continua a seguir o seu caminho.”

  • Azul é a cor mais quente

Julie Maroh

Editora Martins Fontes (selo Martins)

R$ 39,90

8 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Mariana
    jan 21, 2014 @ 12:08:20

    Olá, querida!
    Uma amiga foi ver esse filme e me contou que é maravilhoso, ardente, romântico…Quero muito assistir! Ainda mais depois de ler a sua crítica, na qual confio muito.
    Beijos,
    Mari

    Responder

    • fagulhadeideias
      jan 21, 2014 @ 14:57:46

      Tenho certeza que vai gosta, Mari. Não é à toa que o filme está ganhando tantos prêmios.O trabalho das atrizes é espetacular! Beijo P.

      Responder

  2. Juliana Lisboa
    jan 21, 2014 @ 15:44:30

    Confesso que não fiquei interessada em ver o filme, mas agora com essa sua crítica estou com bastante vontade de ler o livro!

    Responder

    • fagulhadeideias
      jan 22, 2014 @ 15:20:58

      Oi Ju, E por que só ler o livro? Tanto Adèle Exarchopoulos quanto Léa Seydoux são excelentes atrizes, o filme também merece ser visto. Beijo

      Responder

  3. Hélide
    jan 21, 2014 @ 21:51:35

    Fiquei com vontade de ver o filme e ler o livro. Historicamente, os filmes quase nunca são tào bons quanto o livro que os inspiraram, mas as execeções são sempre uma boa surpresa.
    Adorei o post. Fala de sentimentos e emoções com muita leveza e despida de preconceitos.

    Responder

    • fagulhadeideias
      jan 22, 2014 @ 15:27:31

      Não deixe de ver. É uma pena que não tenha sido indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro de 2014. Não precisava ganhar, mas nem ser indicado??? Achei uma injustiça.

      Responder

  4. Jusciney Carvalho
    ago 01, 2015 @ 15:16:05

    Já vi o filme e percebi essa sensibilidade ao falar do sentimento, de forma tão absurdamente humana. Depois da tese vou tentar ler o livro. Valeu a dica, Paula.

    Responder

  5. luisapiano
    ago 01, 2015 @ 17:24:41

    Adorei o filme. Esse filme ficou na minha cabeca por muito tempo, a direcao incrivel, diferente de tudo. As atrizes tao maravilhosas. Que bom saber do livro.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: