Bebendo a Vida

Quem pode afirmar, com segurança, que nunca se preocupou com um parente ou amigo que “bebe um pouco além da conta”?

O alcoolismo é uma doença silenciosa, que mata mais que o câncer e a AIDS. Bastante democrática, não faz distinção com o nível social, escolaridade, cor de pele, idade ou sexo de suas vítimas.

O alcoolismo é também a doença da vergonha e da negação. Durante muito tempo foi encarado como uma fraqueza de caráter ou falta de força de vontade e, até mesmo, como doença mental.

Por sofrer ainda tantos preconceitos é que o livro Alcoolismo – a doença da negação, do Dr. Cláudio L., cirurgião pediátrico, conhecido e reverenciado internacionalmente, se torna tão importante.

Corajosamente nos revela que, apesar de todo seu sucesso profissional, foi durante vinte anos alcoólatra, que está sóbrio há quatorze anos, mas que se considera ainda em recuperação. É esta experiência sofrida, que o legitima a aconselhar aqueles que padecem da mesma doença.

Em entrevista feita ao jornal O Globo diz: “Durante muitos anos sofri e me destruí. Destruí minha família, minha profissão e cheguei à solidão extrema e à completa desmoralização. Estou-me expondo muito com o livro, mas o benefício que ele pode trazer para quem é alcoólatra e ainda não se identificou com a doença compensa a quebra do anonimato. (…) Perdi muito tempo bebendo minha vida”.

O livro que segundo o autor não tem começo nem fim, assim como a doença nele apresentada, termina com uma mensagem de esperança: “É possível ficar sem beber e ser feliz”.

“Alcoolismo – a doença da negação”

Dr. Cláudio L.

Editora Lacre

R$ 30,00

5 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Mariana
    ago 13, 2012 @ 16:45:29

    Olá, querida! Infelizmente, perdi meu pai por causa dessa maldita doença, que é tão difícil, até para o doente, de ser encarada como tal. Boa recomendação de leitura para quem vive ou viveu essa dor.
    Beijo,
    Mari

    Responder

  2. fagulhadeideias
    ago 14, 2012 @ 07:44:04

    Mari, vai chegar o dia em que nos perguntaremos como pudemos fazer, por tanto tempo, piadas com uma doença tão séria. Beijo e obrigada por seu depoimento.

    Responder

  3. Suzana bastos
    ago 18, 2012 @ 11:08:03

    Fique muito surpresa , com a declaração de Anthoni Hopkins, de que ele é alcóolotra.Ele mesmo declarou. a Maria Rosa que trabalhou com ele.

    Responder

  4. Trackback: Verdades | Registros de um alcoólico em tratamento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: